domingo, 11 de janeiro de 2009

Sari, a vestimenta indiana.

Sari ou saree é a peça mais famosa do guarda-roupa feminino indiano. O Sari se resume em um tecido inteiro, e pode ter de 4 a 9 metros. Ele normalmente é usado com uma anágua (conhecida como pavada / pavadai no sul e no leste da Índia, Shaya), e com uma blusa denominada choli ou ravika formando a peça. O choli tem mangas curtas e é geralmente um pouco decotado e, como tal, é particularmente bem adaptado para vestir nos verões do Sul da Ásia. Cholis podem ser de manguinha ou presos no pescoço, este é normalmente mais suntuoso com um monte de enfeites, como espelhos ou bordados.
Na foto acima eu estou usando o estilo de sari mais comum utilizado pelas mulheres indianas, a ponta final é presa ao redor da cintura, em seguida, drapea-se parte do tecido de forma que as pernas tenham livre movimento, novamente transpassa-se o tecido ao redor da cintura, mas dessa vez em direção ao ombro, prende-se com um broche deixando o lenço livre para cobrir a cabeça ou parte do outro ombro, se preferir deixa-se solto.


Origem do Sari

A história do vestuário indiano, propriamente o sari, floresceu em 2800-1800 AC na Índia (Gujarat e Rajastão) e Paquistão (Punjab e Sindh, províncias). As primeiras imagens conhecidas do sari no subcontinente indiano é a estátua de um padre vestindo um tipo de saia drapeada.

Na antiga tradição indiana e no Natya Shastra (um antiga escritura indiana descrevendo dança e o figurino), o umbigo do Supremo Ser é considerado a fonte de vida e da criatividade, portanto, o diafragma, deve ser deixado nu pelo Saree. Alguns historiadores acreditam que o traje masculino dhoti, que é a mais antiga peça drapeada indiana, é o precursor do sari. Dizem que até o 14º século, o dhoti foi usado tanto por homens como por mulheres. Esculturas das escolas de Gandhara, Mathura e Gupta mostram Deusas e dançarinos vestindo o que parece ser um dhoti.
Um ponto de particular controvérsia é a história da choli, ou blusa do sari. Alguns pesquisadores afirmam que esta não era conhecida antes dos britânicos chegarem na Índia, e que foram introduzidas para satisfazer a tradição vitoriana, que era totalmente puritana. Anteriormente, as mulheres usavam apenas um pano drapeado e casualmente mostravam a parte superior do corpo e mamas. No Sul da Índia, é de fato documentado que as mulheres de muitas comunidades usavam apenas o sari, mostrando a parte superior do corpo até o século 20. Referências de trabalhos como Shilappadikaram indicam que uma única peça de vestuário inferior servia como vestuário, deixando o peito e o diafragma completamente descoberto. Ainda hoje, as mulheres em algumas áreas rurais não usam cholis.


Cores e estamparias

Algumas cores utilizadas pelas mulheres indianas, principalmente no que se refere a sari tem muito significado: vermelho representa o fogo, laranja o nascer do sol, ocre o sangue, rosa a mãe terra, verde a mãe natureza.

Como a Índia é um país com muita diversidade varia-se o tipo de estamparia utilizada de acordo com a região, em Haryana e partes de Uttar Pradesh e Rajastão, se usam saris estampados com desenhos chamativos, usualmente com flores grandes e em cores brilhantes, como: laranja, azul turquesa, rôxo e amarelo. Entretantos os saris deste país tem tons mais suaves com desenhos geométricos. Para festas importantes e casamentos se usam saris de seda bordados, como os que são fabricados em Varanasi e Kajinvaram, um pequeno povo na região de Madras. Antigamente esses tecidos eram produzidos com fios de ouro e prata, atualmente se usam metais mais econômicos, entretanto a qualidade e beleza destes ainda continua a mesma, passada de geração em geração.
Om Sai Ram!!!
Nara Freire.
Fonte: wikipedia e La India (leyendas y costumbres).





14 comentários:

  1. Como pode ser tãooo lindo assim!!! A índia tem seus encantos... é muito mais!!! Adoro...

    Obrigada pelas informações...

    Abraços de LUZ..

    Om Sai Ram

    ResponderExcluir
  2. nossa que bonitos que são os sares gostei mto
    !!!

    ResponderExcluir
  3. nosa gostei mesmo que lindos que son

    ResponderExcluir
  4. Oi Nara! Sua paixão pela Índia é eterna! Vc continua linda! Meu e-mail é pixfc@yahoo.com.br. Bjão!

    ResponderExcluir
  5. Estou fazendo um trabalho sobre aindia e isso me ajudou bastante mto mto bom mesmo se puder fale os preços do Sari obrigado.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. sempre gostei de usar saree mas não sabia o quanto é importante para os indianos,agora assim sabendo estou mais apaixonada....lindos parabéns

    ResponderExcluir
  8. caraca muitooo maneiro amei tudo

    ResponderExcluir
  9. estou fazendo um trabalho sobre a india e isso me ajudou bastante

    ResponderExcluir
  10. Somos uma empresa na Índia de Sares ,agora no Brasil, para todas as mulheres que querem ter o seu sare,temos diversos sares ,de casamento,dia-a-dia e de Bollywod .

    Tenha já o seu :www.lojamais.com.br/saresindianos

    Para todo o Brasil

    ResponderExcluir
  11. isso é uma puta q pariu porra merda caralho filhos da puta vcs sao fodas msm hein

    ResponderExcluir
  12. Namastê amigos!

    Conheçam nossa loja de produtos indianos aqui no Brasil, temos lindos sarees para festas:

    https://www.facebook.com/LojaIndiana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é legal morar na india e bacana

      Excluir